O Metalúrgico #527



Usiminas lucra milhões e não paga o que deve aos trabalhadores

Vote NÃO para a proposta da Usiminas e vamos ampliar a luta para garantir a reposição das perdas e aumento salarial


Na semana passada, os representantes da Usiminas vieram com a proposta indecente de pagar apenas 1,69% de reajuste salarial, o que significa apenas o INPC acumulado dos últimos 12 meses.


Só que a perda que temos nos salários, são maiores a cada dia e o que temos que pagar sobe muito mais, veja:


A proposta de reajuste salarial é de apenas 1,69%.

Mas o gás aumentou mais de 30%.

- O feijão mais de 13%.

- O tomate mais de 20%.

- O plano de saúde aumentou em mais de 16% e esse ano querem aumentar ainda mais.


Só o que não sobe é o salário de quem produz os lucros da Usiminas que não param de crescer, veja:

- O lucro líquido foi de mais de R$ 140 milhões nos três primeiros meses de 2018, aumento de quase 60% comparado ao mesmo período do ano anterior.

-Os investimentos foram de mais de R$ 60 milhões.

-As ações na Bolsa de Valores continuam subindo.


Os lucros transbordam, enquanto os salários de quem produz derretem

Em 2015, a Usiminas abocanhou parte do aumento salarial dos trabalhadores, nos anos seguintes continuou impondo mais arrocho pagando apenas as perdas medidas pelo INPC e enfiando goela abaixo um abono que não tem nada ver com reajuste salarial.


O abono, além de ser a merreca de R$ 1.550,00, não é incorporado ao seu salário, ele não vai te acompanhar mês a mês nas contas que você tem pra pagar

- Não entra no 13º salário.

- Não entra nas férias.

- Não entra no FGTS.

- E nem no cálculo para aposentadoria.


A direção da Usiminas desrespeita os trabalhadores, ao tentar enganar descaradamente com esse papo furado de que o cenário está difícil para a usina. Difícil é a realidade de quem trabalha na produção em péssimas condições de trabalho, tendo direitos desrespeitados e com o salário cada vez pior.


Não se engane com um abono que entra e sai da sua conta. Já, no mês seguinte, o arrocho no salário vai apertar ainda mais no seu bolso


Vote NÃO para a proposta rebaixada da Usiminas


A assembleia com votação secreta na portaria vai acontecer nos próximos dias 25 e 26 de julho. No dia 25 no turno do zero hora e no dia 26 no turno das 7 horas, Adm e turno das 15 horas.



Participe da assembleia na próxima quarta-feira, dia 25, e quinta-feira, dia 26 e vote NÃO para a proposta da Usminas

Na próxima quarta-feira, 25, no turno do zero hora, começa a assembleia para decidir sobre a proposta rebaixada da Usiminas que insiste em manter o arrocho salarial ao mesmo tempo em que seus lucros não param de crescer.


A Usiminas tenta a todo custo impor sua proposta, mas sabe que a revolta é grande dentro da usina. A participação nas manifestações na portaria são um exemplo disso, é por isso que a direção da empresa recorreu ao Judiciário para tentar impedir o movimento.


Mas se organizar com o Sindicato é mais que um direito seu, lutar por salário e direitos é a única forma de impedir o massacre que os patrões tentam impor aos trabalhadores.


Não permita que os acionistas riam da sua cara e se divirtam ainda mais as custas de mais arrocho nos seus salários.


Veja abaixo o modelo da cédula e participe da assembleia que vai ser realizada com votação secreta. Vamos juntos dizer NÃO para proposta da Usiminas e ampliar a nossa mobilização.

+ boletins