Usiminas enrola mais uma vez

21/02/19

O processo sobre o turno fixo em que provamos que a jornada imposta pela direção da usina era irregular já passou por todas as instâncias do Judiciário e a decisão é que a Usiminas tem que pagar as horas extras desse turno irregular.


Em maio de 2018, o Sindicato apresentou os documentos e cálculos necessários para execução, mas novamente a Usiminas, para tentar fugir de pagar o que deve aos trabalhadores, foi buscar mais prazos para enrolar. O prazo pedido em agosto venceu em fevereiro. Porém, a Usiminas entrou com novo pedido no dia 05/02/2019, e o juiz deferiu o prazo por 122 dias (úteis).


O Sindicato segue atento ao processo exigindo agilidade no pagamento do que a Usiminas deve para os trabalhadores.

+ notícias