As dobras e antecipações não param na usina

15/10/21

As dobras e antecipações não param na usina

A Usiminas está impondo dobras e antecipações praticamente todas as semanas. São dobras e antecipações

que aumentam a jornada e a consequência disso é mais tempo dentro da usina o que significa mais cansaço, adoecimento, menos tempo para os filhos, a família, para os estudos e lazer.


Além disso, grande parte desse tempo trabalhado nas dobras e antecipações vão para o banco de horas, é trabalhar mais, se cansar mais e receber uma miséria de hora-extra.


E tem mais: a Usiminas está dando calote na “chamada antecipada”


É isso que está acontecendo dentro da usina quando o trabalhador é convocado pra entrar antecipado sem aviso prévio na jornada do dia anterior.


A direção da usina deve pagar mais uma hora-extra de chamada antecipada, mas está dando calote. Tem caso de supervisor ligando para o trabalhador às 20 horas pedindo para que ele entre para trabalhar antecipado na madrugada, mas não paga o que devem na chamada antecipada/emergência.


O Sindicato vai encaminhar as devidas ações exigindo o pagamento das chamadas antecipadas, mas o mais

importante é fortalecermos a nossa luta em defesa dos direitos e por melhores condições de trabalho dentro da usina.


Usiminas Mecânica segue passando por cima dos direitos e contra isso é preciso lutar


A Usiminas Mecânica segue passando por cima dos direitos dos trabalhadores ao fugir da Convenção Coletiva de Trabalho dos Metalúrgicos. A direção da empresa insiste em desfigurar sua principal atividade que é no ramo metalúrgico e se colocou na construção civil para tentar passar por cima dos direitos.


A consequência disso é um desconto nos salários dos trabalhadores de um valor que é de aproximadamente R$50,00 para o Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil que, infelizmente, tem uma direção que não está ao lado dos trabalhadores. E mais: a empresa não está pagando o devido adicional de insalubridade.


Para garantir os direitos e melhores condições de trabalho é preciso fortalecer a luta em cada área da usina.


Continue a denunciar os problemas do seu local de trabalho e participe das ações organizadas pelo Sindicato

+ notícias