Contra a enrolação da Usiminas o caminho é fortalecer a mobilização

01/09/23

A Usiminas até agora não marcou a próxima reunião para discutir a nossa pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2023, mas como já dissemos só marcar a reunião e vir com proposta rebaixada não adianta.


A proposta da Usiminas é tão rebaixada que até os engenheiros rejeitaram por grande maioria, mais um exemplo de que a proposta da Usiminas não é de reajuste, mas sim de mais arrocho salarial.


Mais de 80% dos engenheiros reprovaram a proposta da usina e entre esses, vários foram colocados pela direção da Usiminas para pressionar os trabalhadores antes da nossa assembleia para tentar impor a proposta rebaixada, ou seja, até quem teve que fazer o serviço sujo de assédio, agora também reprovou a proposta.


Enquanto foge de pagar o que deve a produção segue bombando: para reduzir a fila de navios e como não tem mais onde colocar as placas, a Usiminas trocou o plaqueiro de berço, interrompeu a descarga das placas e no lugar atracou um navio para exportar bobinas. Ou seja, a produção está bombando, os lucros aumentando e nada de aumento salarial pra valer.


É na luta que garantimos direitos: se até a próxima semana a direção da usina não apresentar proposta de reajuste salarial pra valer e aumento no Vale Alimentação, vamos intensificar os protestos na portaria e realizar assembleia para decidir sobre o estado de greve, pois é dessa forma, lutando, que garantimos as nossas reivindicações.

+ notícias