ISSO É DEFENDER A VIDA E O AMOR: TRABALHADOR EVANGÉLICO DEFENDE CASAL LGBT VÍTIMA DE VIOLÊNCIA NO PARANÁ

20/06/24

ISSO É DEFENDER A VIDA E O AMOR: TRABALHADOR EVANGÉLICO DEFENDE CASAL LGBT VÍTIMA DE VIOLÊNCIA NO PARANÁ
Já os alimentados pela hipocrisia e LGBTfobia mataram o trabalhador à
facadas

Oziel Branques dos Santos de 41 anos foi assassinado no último dia 16 de junho ao defender dentro de um ônibus na cidade de Curitiba um casal LGBT.

O casal foi atacado covardemente por dois homens e Oziel ao ver o ato covarde desses machistas e homofóbicos interviu para defender o casal, nesse momento foi agarrado e morto a facadas.

Oziel era um trabalhador, pai e religioso, frequentava a Assembleia de Deus e diferente dos hipócritas e falsos pastores que usam da religião e dos espaços da política, como o Congresso Nacional, Oziel de fato entendia o que é defender a vida, o que de fato significa respeito e amor.

Durante seu velório os relatos mostram que a família de Oziel, seus amigos da igreja e os movimentos LGBT`s presentes se uniram com respeito para homenagear esse homem que se colocou em movimento para defender respeito a um casal LGBT que como tantos, lutam diariamente pela vida, por respeito e dignidade.

Nesse mês de junho, onde registramos a luta contra a LGBTfobia, a importância dos movimentos LGBT`S por direitos vivemos no Brasil mais um momento de brutal ataque dos misóginos e homofóbicos nos espaços do Estado.

No Congresso Nacional a tentativa de impor Projetos de Lei que pretendem impedir o casamento homoafetivo, outros que pretendem transformar a vítima de estupro em criminosa ao tentarem impedir a realização do aborto após a 22° semana de gestação.

Os hipócritas que berram defender a vida, os que odeiam mulheres e LGBT’S principalmente por sua coragem de lutar por viver com dignidade, são os mesmos que se utilizam da fé alheia para espalhar o ódio que fere e mata.

Oziel recebeu justas homenagens. Como ele, sabemos são muitos os que sabem de fato o que é defender a vida, as manifestações das últimas semanas mostram isso, cabe fortalecermos cada vez mais essa luta capaz de derrotar a corja hipócrita, podre, racista, machista e homofóbica ainda presente na sociedade em que vivemos.



Por INTERSINDICAL - Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora

+ notícias