Broncas do Zé Protesto

Charge do Zé Protesto

Mande a sua bronca para o Zé Protesto.

Ligue (13) 3226-3572 ou por aqui ou pelo WhatsZéProtesto (13) 98216-0145.



Zé Protesto

“Zé, a máquina de lavar bandejas no restaurante do LTQ2 está quebrada desde quinta feira(29/7). Toda a chefia da Usiminas está ciente e nada fazem. A resposta até agora é que estão comprando outro motor para substituir o queimado.”


- Realmente um absurdo. Cadê a empresa que contrata.


“Zé, na área de Energia e Utilidades quase ninguém recebe mais insalubridade nem periculosidade,

mesmo tendo contato com óleos, graxas, produtos químicos, gás natural.”


- A Usiminas continua dando calote no pagamento de direitos básicos, o sindicato buscará meios para exigir a realização de novos laudos de ambientes de trabalho, e é importante que os trabalhadores participem das ações chamadas pelo sindicato.



Zé Protesto

“Zé, a Usiminas Mecânica forneceu apenas 2 jogos de roupas aos trabalhadores e, diferente do que fazia a Enesa e faz a Amoi, não forneceu o serviço de lavanderia aos trabalhadores ou seja, são obrigados a levar roupas contaminadas com óleo, graxa e outros produtos químicos os quais tem contato nas áreas para lavar em suas residências.”


- Pra variar, já começou errada, ou seja, seguindo a risca a cartilha da Usiminas.


“Zé, não aguento mais comer essa comida ruim, não tem como melhorar isso? Pode até aumentar o desconto, não tem problema, mas é desanimador trabalhar o dia inteiro e chegar na hora do almoço eles servirem essa comida horrível.”


- Não tem que aumentar o desconto, tem é que servir uma refeição decente



Zé Protesto

“ Zé, enquanto a direção da usina e seus acionistas se fartam de tanto lucrar, os trabalhadores sofrem com arrocho salarial e as péssimas condições de trabalho. Olha o sucatão que está em Cubatão, é lixo e matagal para todos os lados.”


- A direção da usina não está nem aí com a proteção da saúde e da vida dos trabalhadores, só está preocupada em lucrar cada vez mais. Para garantir proteção às nossas vidas e aos nossos direitos o único caminho é a nossa luta.”


“Zé, os vestiários e banheiros estão cada vez mais sujos e isso em todas as áreas. É sujeira e insetos para todos os lados e nos finais de semana o lixo acumula ainda mais.”


– Enquanto a direção da empresa está numa boa, os trabalhadores sofrem até na hora de usar os vestiários e banheiros. A Usiminas e suas empreiteiras demitiram centenas de trabalhadores no início de pandemia e quem ficou tem que trabalhar por mais de três e em péssimas condições de trabalho.


“Zé, a usina em Cubatão está abarrotada de placas e não tem lugar para estocar mais nada, os pátios estão superlotados e com isso o chicote está estralando para cima dos companheiros com a exigência de dobras e entradas antecipadas.”


- E já tem lista passando para convocar os trabalhadores a virem trabalhar na folga com chefete lambe botas da usina fazendo pressão. A folga é um direito e é lutando que vamos garantir que o devido descanso seja respeitado.”




Zé protesto

“Zé, olha a situação da comida no restaurante do LTQ 2, a mistura vem tão dura que mal dá pra cortar.”


– Enquanto a direção da empresa se farta em seus banquetes, os trabalhadores que produzem o lucro mal têm como se alimentar. Isso só vai mudar na força da nossa mobilização.


“Zé, quem trabalha no turno das 15:00 horas não tem como resolver problemas no banco, pois a agência do Santander dentro da usina está funcionando só até as 14:00 horas.”


- A Usiminas e o Santander diminuíram o horário de atendimento com a justificativa que o problema é a pandemia, mas a realidade é que continuam mantendo os trabalhadores confinados dentro da usina e do banco e não estão preocupados com a contaminação. Esse é mais um exemplo do desrespeito dos patrões contra os trabalhadores.”




Zé Protesto

“Zé, a Ormec também está obrigando os trabalhadores a fazerem jornada irregular de 12 horas, é

muita pressão por dobras.”


- A Usiminas e suas contratadas não reintegram os trabalhadores que foram demitidos e obriga a quem ficou à jornadas irregulares impondo horas extras durante o dia de trabalho acima do que está na legislação. Isso só vai mudar no avanço da nossa luta.


“Zé olha a situação: a Usiminas não está fornecendo calça do uniforme para os trabalhadores. A gente solicita, mas o estoque está vazio.”


- É um absurdo, nem o uniforme que é o básico, a direção da Usiminas garante, é um desrespeito

atrás do outro que só vai mudar quando a mobilização se espalhar em cada área da usina.


“Zé, no restaurante do LTQ2 sabe qual era a mistura? Dois pedacinhos de salsicha e um filé de

frango cortado na máquina de frios, é uma vergonha e um desrespeito contra o trabalhador.”


- Arrocham o salário, pressionam por mais produção, obrigam os trabalhadores a fazerem dobras constantes e tiram até o alimento de quem está na produção. Como já disse várias vezes, isso vai mudar na hora que voltarmos a virar o bandejão.




Zé Protesto

“Zé, a Usiminas renovou o contrato com a VIX e a empresa dizia que iria trocar os equipamentos, mas até agora nada. Os caminhões basculantes, pás carregadeiras e empilhadeiras continuam na mesma situação, ou seja, sem ar condicionado.”


- A Usiminas e suas empreiteiras não estão nem aí com a saúde e a vida dos trabalhadores. Para garantir

melhores condições de trabalho e a devida proteção à vida é preciso fortalecer a luta de todos os

trabalhadores, os efetivos na Usiminas e os das terceirizadas.



Zé Protesto

“Zé, a vigilância da Usiminas, em alguns lugares da usina, só está fazendo fiscalização dos ônibus que levam trabalhadores nas empresas terceirizadas como na Ormec e na Enesa.”


- Essa é mais uma forma que a Usiminas usa para desrespeitar os trabalhadores e contra isso o caminho é luta do conjunto dos trabalhadores.



Zé Protesto

“Zé, na VIX a pressão por mais produção e ameaça de demissão só aumenta e as condições de trabalho são cada vez piores. Veja a situação dos banheiros que os trabalhadores são obrigados a usar.”


- Contra tanto desrespeito e pressão o caminho é a nossa mobilização. Só assim vamos baixar o salto desses chefetes que humilham os trabalhadores para puxarem o saco da direção da empresa.

--

“Zé, na Sapore a coisa vai de mal a pior: as trabalhadoras têm que ser virar para servir as refeições, lavar a louça e talheres, fazer higienização do refeitório, estão tirando delas até o devido tempo de alimentação e descanso de tanto trabalho que tem.”


- As denúncias sobre o desrespeito da Sapore contra os trabalhadores só aumentam, péssimas condições de trabalho, pressão e ameaças de demissão. Além de denunciar essa situação grave para os órgãos de fiscalização, é preciso juntos fortalecermos a nossa mobilização.





Zé Protesto

“Zé, perto da oficina de manutenção tem lixo acumulado há dias. É tanto lixo que os trabalhadores têm que andar na rua porque a sujeira já invadiu a calçada.”


- É máscara que não protege, aglomeração no vestiário, no refeitório e na produção e agora até lixo acumulado. A Usiminas não tem nenhum respeito pela saúde e pela vida dos trabalhadores. É só lutando que vamos preservar nossas vidas e nossos direitos."

--

“Zé, na Vix durante toda a pandemia só foi feito uma testagem para COVID 19 e ainda foi aquele teste rápido.”


- Estão vendo? A Usiminas e suas contratadas falam que estão preocupadas com a pandemia, mas é uma mentira deslavada, os patrões só estão preocupados com seus lucros, não estão nem aí com a vida dos trabalhadores. Para proteger nossas vidas, é só com nossa união e luta. União de todos os trabalhadores, os efetivos na usina e os que estão nas terceirizadas.”





Zé Protesto

“Zé, na CMI quando o trabalhador passa mal e tem que ir para o hospital a empresa não garante o transporte, o trabalhador tem que se virar pra ir. E tem mais: a gerência está regulando copo descartável e ainda fala para o trabalhador misturar água no sabão pra render mais.”


- Olha os absurdos, um atrás do outro: desrespeito com a saúde e vida dos trabalhadores. Trabalhador passa mal e nem transporte para ir para o hospital a empresa garante e em plena pandemia, os patrões regulando sabão para higienizar as mãos e copo descartável. Esse é mais um exemplo da responsabilidade dos patrões junto com os governos da tragédia que estamos vivendo.

--

“Zé, no dia 15 de março no restaurante do LTQ 2 faltou opção de mistura no horário da janta, só tinha moela. A fila ficou enorme e os trabalhadores acabaram perdendo cerca de meia hora do horário de janta.”


- O desrespeito é cada vez maior, a mistura já é minguada e ainda deixam faltar e engolem parte do horário de descanso do trabalhador. Como já disse aqui, isso vai mudar na hora que a gente voltar a virar o bandejão.

--

“Zé, no ferroviário, tem um chefete que veio de outra área sem conhecer nada e quer ficar pressionando os trabalhadores com ameaças”


- Ele é uma verdadeira cruz nas costas de quem trabalha.



Zé Protesto

“Zé, a Usiminas diz que zela pela segurança do trabalhador mas é só da boca pra fora, as calçadas dentro da área, estão todas detonadas.”


- Os trabalhadores são obrigados a andar na rua correndo o risco de atropelamento, isso é mais um desrespeito da Usiminas contra a saúde e a vida.

--

“Zé, olha o absurdo contra as mulheres que trabalham na produção: os vestiários e banheiros são longes da área o que obriga as trabalhadoras que não têm rendição, a ficarem horas sem usar o banheiro.“


- Isso pode acarretar problemas de saúde, como infecções urinárias, vamos pressionar para garantir esses direitos próximos da área, uma luta que é das mulheres e do conjunto dos trabalhadores.

--

“Zé, na Usiminas e nas terceirizadas, quando o trabalhador é chamando para fazer hora extra e fecha o ponto às 19h, o táxi que deve levá-lo pra casa chega só às 20/21 h e ainda vai lotado.”


- É um desrespeito atrás do outro, em relação a jornada, ao descanso, além disso, o risco de contaminação pelo novo corona vírus aumenta com o carro lotado. Nunca vamos esquecer que há pouco tempo um companheiro que trabalhava na Amoi morreu vítima da COVID-19.

--

“ Zé, no galpão de sucatas da Aciaria está coberta por uma nuvem de mosquitos. Está parecendo a nuvem de gafanhotos que passou perto do Brasil no ano passado”


- É mais um absurdo contra a saúde dos trabalhadores que são obrigados a ir no local correndo risco de contrair dengue. O Sindicato vai enviar documento exigindo a limpeza do local e que enquanto isso não aconteça, o local seja interditado.

--

“Zé, no transporte ferroviário a pressão da gerência só aumenta. O tal chefete veio de outra área, não conhece o serviço e vem desrespeitando os trabalhadores.”


- Esse é mais um chefete que se não tomar jeito, daqui a pouco vai responder processo por assédio. Se toca

lambe-botas da Usiminas, não vamos engolir desrespeito contra os trabalhadores.



Zé Protesto

“Zé, a comida na usina está de mal a pior. A Sapore está minguando cada vez mais a comida e o lanche.  tal “composto lácteo” que chamam de queijo que já é ruim, foi reduzido à metade e o presunto? Mal aparece no lanche.”

- E a comida? Pouca e fria, só o suco que deveria vir gelado, vem quente e quem não come carne às vezes nem ovo tem como mistura. É um desrespeito atrás do outro: uma jornada massacrante e a alimentação vai de mal a pior. Isso só vai mudar virando o bandejão.

--

“Zé, o serviço social da Usiminas não atende e muito menos dá retorno sobre situações urgentes para os trabalhadores.”

- Esse é mais um exemplo que o serviço social das empresas, de social nada tem, é só uma fachada para fingir que se preocupam com os problemas dos trabalhadores, na realidade é mais um espaço que os trabalhadores são desrespeitados.”

--

“Zé, a Brasiltec, terceirizada da Usiminas não fornece alimentação para os trabalhadores e nem vestiário tem para a higienização depois de uma dura jornada de trabalho.”

- A empresa não garante comida, nem local adequado para alimentação, nem vestiário e ainda tem a cara pau de dizer que já paga o vale alimentação como se isso fosse um benefício, isso é DIREITO.



Zé Protesto

“Zé, a comida é minguada, a mistura mais ainda e agora se você escolhe na hora da refeição comer o lanche, não pode escolher a sobremesa, quem decide a sobremesa é a SAPORE e a Usiminas. Na semana passada no LTQ quem escolheu o lanche teve como sobremesa maçã, parece saudável? Só parece, pois, a fruta veio podre.”


- É companheiro, essas empresas só vão tomar jeito quando os trabalhadores forem à luta e exigir respeito.



Zé Protesto

“Zé, olha as luvas que a ENESA está fornecendo: reutilizadas e cheias de óleo, uma coisa horrorosa e um risco para o trabalhador fazer seu trabalho.”

- Enquanto os patrões seguem lucrando, os trabalhadores sofrem com as péssimas condições de trabalho e o desrespeito aos direitos, para mudar essa situação o caminho é a nossa mobilização.




Zé Protesto

“Zé, esses dias no restaurante do LTQ2 eram 13h46 e não tinha mais mistura pro almoço.”

- Esse é mais um desrespeito com os trabalhadores com a conivência da Usiminas.


--

“Zé, na Ormec os trabalhadores contratados como ajudante são obrigados a fazer, além das suas atividades, a limpeza de banheiros.”

- A Ormec segue a risca a cartilha da Usiminas que não fala nada.

--

“Zé, a Enesa agora está exigindo de todos os soldadores que façam teste de solda sem a exigência da Usiminas mas não quer classificar os trabalhadores. Assim ela aumenta o valor do contrato mas não repassa pros soldadores.”

- Essa é a Enesa, como sempre querendo levar vantagens em tudo.



Zé Protesto

“Zé, na VIX tem quatro caminhões basculantes, mas só dois com arcondicionado funcionando. Nesse calor que tem feito nos últimos dias, os motoristas estão sofrendo mais ainda.”

- A Usiminas sabe disso e não faz nada, por que? Porque é a direção da usina que impõe essas condições de trabalho que são cada vez piores.


--

“Zé, na ENESA a situação está tão ruim quem nem luva mista de maçariqueiro e óculos de segurança tem. Olha o absurdo: estão tentando reciclar os óculos velhos, lavando e distribuindo para o trabalhador.”

- A ENESA é mais um exemplo do desrespeito com os direitos e vida dos trabalhadores e contra isso não tem outro caminho que não seja a luta do conjunto dos trabalhadores.



Zé Protesto

“Zé, a ENESA está aglomerando os trabalhadores no vestiário que é muito pequeno, e por isso a contaminação pelo coronavírus está aumentando na área”


-A ENESA além de provocar o aumento da contaminação pelo novo coronavírus também não está respeitando o intervalo entre jornada. Os trabalhadores que fazem jornada das 7 às 15 horas estão sendo obrigados a voltar no mesmo dia às 23h. Além de não receber hora extra o mais grave é o desrespeito ao direito básico que é o descanso entre as jornadas. E ainda tem chefete lambe botas que fala na maior cara de pau que é melhor ganhar um “obrigado” do que aumento salarial. Contra tanto desrespeito é preciso fortalecer a luta em defesa dos direitos e da vida.

--

“Zé, a alimentação que já é ruim fica pior depois das 13h, nos finais de semana e no zero hora”.

- A Sapore como a Usiminas só está preocupada em faturar. Está mais do que na hora de virar o bandejão para garantir alimentação de boa qualidade”.



Zé Protesto

“Zé, a VIX, está obrigando os trabalhadores no caminhão Munck a trabalhar no posto de combustíveis da usina.”

- A Usiminas demite em massa, terceiriza vários setores e obriga os trabalhadores a fazer o serviço de mais de três e contra todos esses ataques, as demissões, terceirização não tem outro caminho que não seja a luta do conjunto dos trabalhadores.

--

“Zé, a MG Andaimes tirou o ônibus e colocou uma kombi para o transporte dos trabalhadores em plena pandemia.”

- A MG está expondo os trabalhadores a grave risco de acidentes e doenças, aglomera os trabalhadores numa kombi e num veículo que não tem condições de circular. Tem trinca na Kombi .




Zé Protesto

“Zé, na VIX a direção da empresa finge que está preocupada com a segurança. O tal do checklist é só enganação. Os trabalhadores são obrigados a ir para área sem que seja checado que os procedimentos de segurança estão garantidos. Depois vem os líderes assinar e se a gerencia pegar check list sem assinatura quem leva punição é o operador. É muito desrespeito.”

- É preciso ir pra cima da VIX e exigir que nenhum trabalhador seja obrigado a ir para área se não for garantido os procedimentos de segurança.

--

“Zé na área do Porto o chão não está sendo molhado para baixar a poeira nos dias de calor, simplesmente porque o gerente do Porto da Usiminas não quer parar a produção.”

- Esse é mais um absurdo praticado pela Usiminas. O caminhão com água fica estacionado ao lado e o gerente não deixa molhar o chão e assim os trabalhadores ficam expostos a poeira o dia todo.

--

“Zé, a chefia na Enesa fala que os trabalhadores têm que fazer a refeição no restaurante e imediatamente sair para evitar aglomeração, mas depois da refeição o trabalhador não tem lugar para completar o resto da sua hora de refeição.”

- A Enesa faz isso para pegar o horário de descanso que é direito do trabalhador e obrigar os trabalhadores a voltar para a produção. Esse é mais um desrespeito à saúde do trabalhador que só vai acabar com a força da nossa luta.



Zé Protesto

“Zé, a empresa de limpeza nos vestiários é a Enesa. Ela fornece carrinho para as trabalhadoras que fazem a limpeza feito de chapa de aço na área. O problema é que esses carros são pesados e as trabalhadoras logo, logo vão ter problema de coluna. Deviam comprar o carrinho apropriado.”

- Perguntar não ofende: Cadê a Segurança do Trabalho na Usiminas? O carrinho precisa ser adequado para a finalidade e não prejudicar a saúde dos(as) trabalhadores(as).



Zé Protesto

“Zé, os caminhoneiros continuam sofrendo com as condições de trabalho no pátio de carregamento de resíduos, porque a pá carregadora da VIX não tem balança. Quando passa do peso, o trabalhador tem que descer para tirar o excesso.”

– E isso coloca o trabalhador na mira de mais acidentes. Tanto a direção da VIX, como da Usiminas sabem dessa situação e não fazem nada. Só estão preocupados como seus lucros.

--

“Zé, de novo a VIX: o tal protocolo de distanciamento por causa do coronavírus da Usiminas e terceirizadas é só pra inglês ver. A chefia na VIX está obrigando que dois trabalhadores ficam dentro do trator para treinamento.”

- A direção da empresa é tão cara de pau que tenta fazer isso as escondidas usando a pista do Pátio de Minérios. Esse é mais um exemplo do desrespeito da Usiminas e suas terceirizadas com a saúde e a vida dos trabalhadores.



Zé Protesto

“Zé, a Usiminas está chamando os trabalhadores para retornar à usina sem fazer os exames para o coronavírus e a resposta da direção da empresa é que tem uma listagem encaminhada para fazer o exame, só que até agora nada.”

- Veja o desrespeito da Usiminas com a saúde e a vida dos trabalhadores. O Sindicato segue exigindo além da realização dos testes, o devido afastamento de quem teve contato com alguém que estava com a COVID 19, como medidas de proteção à saúde pra valer.

--

“Zé, no setor de treinamento quase todo mundo foi demitido.”

- Esse é mais exemplo do ataque brutal da Usiminas contra os trabalhadores. Para mudar essa situação é só a união e a luta de todos os metalúrgicos e trabalhadores nas empresas terceirizadas.



Zé Protesto

“Zé, na Energia e Utilidades também estão treinando operadores para diversas outras funções em qualquer área da usina e não falaram nada de pagar os devidos adicionais.”

- Além de tentar passar por cima de pagar os devidos adicionais de insalubridade, o que a Usiminas quer é arrancar a pele de quem ficou pagando um salário cada vez mais arrochado e expondo os trabalhadores a mais riscos. Para enfrentar isso é preciso fortalecer a luta pela reintegração dos demitidos, pela proteção à saúde e em defesa dos direitos.

--

“Zé, as péssimas condições de trabalho na VIX continuam. Já são dois anos que a empilhadeira pequena no Porto não tem ar-condicionado. A falta do equipamento era impeditivo para o funcionamento e o que a empresa fez? Tirou o ar-condicionado da lista de exigências"

- Veja só, ao invés de consertar o ar condicionado, a Vix tira o equipamento da lista de exigências, para tentar esconder o problema e evitar a parada no serviço. Só tem um jeito de mudar essa situação, ir pra cima e lutar por melhores condições de trabalho.



Dicas do Zé Protesto

Formas de prevenção ao Coronavírus


1. Lavar as mãos até a metade do pulso, esfregando também as partes internas das unhas;


2. Usar álcool em gel para limpar as mãos antes de encostar em áreas como olhos, nariz e boca;


3. Tossir ou espirrar levando o rosto à parte interna do cotovelo;


4. Evitar aglomerações;


5. Usar máscara caso apresente os sintomas;


6. Evitar tocar nariz, olhos e boca antes de limpar as mãos;


7. Manter a distância de dois metros de pessoas tossindo ou espirrando;


8. Limpar com álcool objetos tocados frequentemente;


9. Evitar cumprimentar com beijos no rosto, apertando mãos ou abraçando;


10. Evitar sair de casa caso apresente algum sintoma de gripe;


11. Utilizar lenço descartável quando estiver com nariz escorrendo;


12. Se informar sobre os métodos de prevenção e passar informações corretas.