Broncas do Zé Protesto

Charge do Zé Protesto

Mande a sua bronca para o Zé Protesto.

Ligue (13) 3226-3572 ou por aqui ou pelo WhatsZéProtesto (13) 98216-0145.



Zé Protesto

“Zé, a situação dos trabalhadores na G4S está cada vez pior: jornada de 12x36, e estão sendo obrigados a fazer mais de 4 funções ao mesmo tempo, além de ter que limpar os sanitários. Quem está na função de controlador também tem que fazer a função de vigilante, mas não recebe o mesmo salário. A jornada é intensa, são obrigados a entrar mais cedo e quase sempre sair mais tarde.”

- A situação é grave, humilhação e desrespeito à direitos básicos como até se alimentar durante a jornada. Um exemplo disso é a situação dos trabalhadores no monitoramento de toda Usina (CCOS). Lá a coisa é tão humilhante que os funcionários que já fazem uma jornada de trabalho 12x36, para fazer um simples lanche, tem que ir para o banheiro e lá fazer o lanche. E o pior: se for pego neste momento, são severamente punidos.

--

“Zé, a Sapore é um caso grave para Vigilância Sanitária. Estão misturando verduras que já estão quase apodrecendo, com verduras frescas. E tem mais: dias atrás, jogou vários sacos de carne moída que foram descongeladas além do necessário e tiverem que ir para o lixo.”


- É um desrespeito a dignidade humana, verdura estragada, carne desperdiçada, péssimas condições de trabalho e até na hora de comer os trabalhadores sofrem com mais desrespeito. Para enfrentar essa crueldade da Usiminas e suas terceirizadas é preciso uma luta do conjunto dos trabalhadores.



Zé Protesto

“Zé, a Usiminas não realiza higienização nos aparelhos de ar condicionado na usina, expondo os trabalhadores a riscos biológicos. A manutenção é lei só que aqui na usina nunca vi.”

- Era feita sim anteriormente a higienização mais com a redução da força de trabalho acabaram com este serviço.

--

“Zé, a Usiminas Mecânica não está distribuindo EPI para os trabalhadores. Usimec sendo Usimec e a Usiminas nada faz para reverter isso.”

-Nunca fez e não fará até que os trabalhadores paralisem as funções, sem segurança não da!



Zé Protesto

"Zé, domingo, dia 02, tem eleição, tem alguma sugestão de candidato aí?"

- Tenho sim, mas o voto é secreto. Mas sugiro que você companheiro escolha candidatos que tenham compromisso e defendam os direitos da classe trabalhadora. Vote em candidatos que não irão trair os trabalhadores.



Zé Protesto

“Zé, as filas no restaurante do LTF continuam gigantes, com isso mal dá tempo da gente se alimentar.”

- O Sindicato já fez várias denúncias e até agora nada da direção da usina se mexer, eu já disse e vou repetir: é só com a nossa mobilização que vamos mudar essa situação.



Zé Protesto

“Zé, olha o absurdo: parece que agora a mistura da refeição no refeitório do LTF é pombo, é mole?”

- Enquanto os acionistas estão comendo do bom e do melhor, os trabalhadores que produzem os lucros são desrespeitados também na hora de se alimentar. Eu já falei, já passou da hora de virar o bandejão.


--

“Zé, os trabalhadores na G4S são obrigados a usar um vestiário e um banheiro em péssimas condições e sem higiene.”

- É mais um desrespeito contra os trabalhadores nas empresas terceirizadas. E isso só vai mudar no fortalecimento da luta do conjunto dos trabalhadores os que são efetivos na usina e os que trabalham nas terceirizadas.

--

“Zé, a Geotech Brasil pagou reajuste salarial de 13%, e só 8% no Vale Alimentação.”

– O reajuste de 13% já e pouco e mais ataque no prato do trabalhador com essa miséria de reajuste no V.A.. Isso só vai mudar na força da nossa mobilização.



Zé Protesto

“Zé, a falta de respeito da direção da Usiminas com os carreteiros que vem carregar carepa na pista B continua. A pá carregadeira da VIX que atende essa atividade não tem balança e por esse motivo sempre falta ou excede o material na caçamba da carreta e assim o motorista chega a ir e voltar 4 vezes na pesagem da portaria. Toda vez que o motorista tem fazer essa manobra, ele fica exposto aos riscos de prensamento e colisão.”

- A Usiminas e todas suas terceirizadas, como a Vix passam por cima de direitos, impõem condições de trabalho que colocam os trabalhadores em risco de mais acidente e adoecimento e nem os horários e condições para alimentação são respeitados. Contra tanto desrespeito não tem outro caminho que não seja a luta do conjunto dos trabalhadores efetivos na usina e nas empresas terceirizadas.



Zé Protesto

“Zé, a mixaria da mistura continua na hora da refeição, dessa vez foi no restaurante central.”


- O desrespeito da Usiminas e suas terceirizadas está em tudo, até na hora da refeição. Eu já falei que isso só vai mudar na hora em que a indignação fazer o bandejão virar. E tem mais: é preciso lutar para garantir contratações, pois os trabalhadores da refeição estão sobrecarregados e as condições de trabalho são cada vez piores, falta até equipamento para cortar legumes, o que aumenta os ricos de mais acidentes de trabalho.

--

“Zé, os telhados de várias áreas da usina estão caindo aos pedaços, quando acontecem vendavais e temporais esses telhados voam para tudo quanto é lado colocando os trabalhadores em risco.”

- A direção da Usiminas deixou várias áreas da usina em Cubatão virarem um sucatão e assim coloca a segurança e vida dos trabalhadores em risco.




Zé Protesto

“Zé, a empresa Geotech que atua dentro da Usiminas segue explorando os trabalhadores com salários rebaixados, não dá ajuda de custo para deslocamento para serviço externo, usa outras empresas para dar suporte de segurança do trabalho e tem a capacidade de dar um vale refeição de R$20,00 quando os mesmos tem que atender serviços externos. Tudo isso com a conivência da Usiminas.”

- Outra empresa que segue a risca a cartilha da Usiminas, atacando direitos e humilhando os trabalhadores.

--

“Zé, no porto a ORMEC continua com o padrão Usiminas, ou seja, desrespeitando ainda mais os trabalhadores que precisam de óculos de proteção. Eles não tem acesso porque a empresa simplesmente disse que não vai liberar, devido a renovação de contrato e não tem verba. Mais de 20 trabalhadores sem poder usar o EPI.”

- Perguntar não ofende: em caso de acidente, quem vai assumir a responsabilidade, a ORMEC ou quem contratou a empresa?



Zé Protesto

“Zé, tá complicado pra quem vai almoçar a partir das 13 horas. Aqui no restaurante do LTQ2 está faltando mistura e quando tentam dar um jeitinho, nos servem frango cru. A SAPORE não está dando a atenção necessária para todos nós trabalhadores. Aí eu pergunto: será que eles comem isso na casa deles?”

- Com certeza não companheiro. Mas quando a empresa segue a risca a cartilha da Usiminas, isso é possível. E isso só vai para de acontecer quando os bandejões começarem a virar.



Zé Protesto

“Zé, na Vix tem um líder lambe-botas que está colocando a saúde dos trabalhadores em risco. Esse chefete obrigou um trabalhador que tinha acabado de ser medicado no CSO e precisava de repouso, a voltar ao trabalho.”

- Isso é a Usiminas e suas empreiteiras, colocam os chefetes para pressionar ainda mais os trabalhadores por mais produção e os lambe botas também colocam a saúde dos trabalhadores em risco. Já falei que isso só vai mudar com o fortalecimento da nossa luta.



Zé Protesto

“Zé, na Ormec os trabalhadores estão tendo que comprar a própria bota para poder trabalhar, porque a empresa diz que está em falta.”

- Olha o absurdo: a bota é um item básico do EPI que a Ormec não está garantindo, isso é mais um exemplo do desrespeito aos direitos e à saúde dos trabalhadores que só acabará com a nossa mobilização.

--

“Zé, no restaurante do LTQ2 na semana passada foi servido ovo estragado na refeição.”

-É um absurdo atrás do outro e eu já disse que está na hora de começar a virar o bandejão contra tanta esculhambação.


--

“Zé, depois das cobranças do Sindicato e de integrantes da CIPA algumas mudanças foram feitas no vestiário do Porto: aumentaram a largura da porta principal e abriram outra, trocaram alguns chuveiros e arrumaram parte do forro, mas ainda tem muito problema.”

- Continua com sérios problemas: falta de espaço, armários colocados no meio de corredores perto de painel energizados. E a discriminação continua, pois enquanto os trabalhadores que estão no trabalho pesado tem que se espremer num vestiário precário, a direção da usina nadou fazer um vestiário exclusivo para supervisores e técnicos.




Zé Protesto

“Zé, olha o absurdo de refeição servida no dia 01/06, a Usiminas e sua contratada a Sapore está tentando segregar os trabalhadores também na hora da alimentação, olha só na foto a diferença das misturas servidas. E a mistura servida nesse mesmo dia no restaurante do LTF também foi uma mixaria, sem contar com a fila gigante.”


– A Usiminas e suas contratadas desrespeitam os trabalhadores em tudo: nos salários, direitos, pois refeição é um direito básico. Isso só vai mudar, quando voltarmos a virar o bandejão.

--

“Zé, os trabalhadores na Ormec que fazem a mesma função que os trabalhadores na Vix nos porões dos navios no Porto não estão recebendo a hora embarcada.”

- Esse é mais um desrespeito da direção da empresa que não está pagando o que deve para os trabalhadores que exercem a mesma função. Contra isso, além das denúncias é preciso se mobilizar em defesa dos direitos.



Zé Protesto

“Zé, no refeitório do LTF sempre faltando mistura. A gente ralando de tanto trabalhar e na hora de se alimentar é mais desrespeito.''


- Isso é a Usiminas, os acionistas estão nos banquetes comemorando o lucro que foi produzido pelos trabalhadores que sofrem com o bandejão cada vez mais vazio. E contra mais esse desrespeito é preciso colocar a indignação em movimento.


“Zé , a situação dos trabalhadores na Ormec no Porto é cada vez pior. A empresa impôs um monte de regras, não garante condições seguras de trabalho, é um desrespeito atrás do outro. Até no café da manhã é mais humilhação, pão duro, cafeteira imundas”


“Zé, só depois de 4 meses de muita enrolação, a chefia do Porto devolveu a lancha, durante todo esse tempo os trabalhadores tiveram que usar um barquinho que nos coloca em mais risco.”


– Esse é mais um exemplo de que só com muita pressão garantimos melhores condições de trabalho, não foram poucas as vezes que nós falamos desse problema da saída da lancha.





Zé Protesto

“Zé olha o absurdo: a Usiminas enviou tablet para os operadores das pontes-rolantes dizendo para anotar tudo referente a manutenção, mas tem chefe no 15h do LTQ2 dizendo para não registrar os problemas porque isso pode parar a produção.”

- Esse é mais um exemplo que mostra a propaganda enganosa da usina sobre a segurança. O que importa para ela é não parar a produção, passando por cima da segurança e da saúde dos trabalhadores.

--

“Zé a situação dos caminhoneiros continua de mal a pior, não tem banheiro, nem bebedouro. Ficam horas na fila para liberação dos caminhões e depois tem que procurar banheiro fora da usina ou então ir no mato.”

- E a Usiminas que não garante nem banheiro para esses trabalhadores, usa um sistema de monitoramento para ficar vigiando os caminhoneiros até quando eles vão em busca de banheiro.

--

“Zé, a iluminação dos galpões está cada vez pior o que pode provocar acidentes graves.”

– O Sindicato já enviou vários documentos exigindo que a Usiminas respeite as normas de segurança também referente a iluminação. Mas só isso não basta, o fundamental é a nossa mobilização, pois só assim vamos garantir melhores condições de trabalho.

--

“Zé, o problema da lancha no porto da Usiminas continua, a tal lancha foi entregue em dezembro do ano passado e até agora nada de entrar em operação.”

- E o resultado disso é mais risco para os trabalhadores que são obrigados a usar um barco que não tem iluminação, capota, nada de segurança.



Zé Protesto

“Zé, nas áreas mais afastadas da produção tá um matagal imenso. Na pista B, onde fica o carregamento de carepa já apareceu até uma cobra na porta da sala. Esse matagal toma conta das áreas próximas as pistas A, B, C e D".

- A direção da usina sabe disso e não toma nenhuma providência porque não são os gerentes, chefetes e os acionistas da empresa que têm que trabalhar nessa situação. Como sempre falo: isso só vai mudar quando a indignação se transformar em mobilização.



Zé Protesto

“Zé, a alimentação na Usiminas continua sendo um desrespeito aos trabalhadores. Na semana passada serviram no LTQ2 carne de porco que estava crua.”

- Isso é um absurdo e poderia ter causada uma grave intoxicação alimentar. Mais um motivo para aumentarmos a nossa mobilização na Campanha Salarial, exigir o congelamento do reajuste da alimentação e exigir qualidade da comida.

--

“Zé, a Vix junto com a Usiminas segue agredindo a saúde dos trabalhadores. Os equipamentos estão sucateados como as pás carregadeiras que não tem balança. Os caminhoneiros que carregam carepa na Pista B têm que ir e voltar várias vezes até a balança que fica na portaria e num calor sufocante.”

- E por causa desse ritmo e da falta de condições de trabalho muitos trabalhadores são impedidos até de se alimentarem. Isso só vai mudar na força da mobilização.

--

“Zé, quem chega de moto e também quem vai de carro e usa o estacionamento ao lado do prédio do ADM está num sufoco para sair depois da jornada de trabalho, pois não tem vigilante suficiente para liberar as saídas nas portarias.”

- Mais uma consequência das demissões que a Usiminas fez e suas terceirizadas como G4S , mais um exemplo que para a direção da usina só interessa seus lucros.

--

“Zé, na área do embarque 06 tem uma tubulação de água que está podre e remendada vazando água sobre os equipamentos de combate a incêndio, além de contaminar materiais do piso e dificultar o acesso dos trabalhadores no local.”

- Essa é mais uma situação que pode provocar um grave acidente. Por isso, além das denúncias é preciso fortalecer a mobilização em defesa da saúde e da vida dos trabalhadores.”



Zé Protesto

“Zé, na Ormec a situação dos trabalhadores vai de mal a pior: desvio de função, vestiários superlotados, guinchos que não funcionam e colocam em risco a vida dos trabalhadores.”

- O patrão enche os bolsos com os lucros produzidos pelos trabalhadores que sofrem com tanto desrespeito e para enfrentar isso não tem outro caminho que não seja a nossa luta.

--

“Zé, têm chefetes na área assediando trabalhadores a efetuarem horas extras com o ponto fechado.”

- É mais um absurdo da Usiminas contra os trabalhadores. O Sindicato está apurando e tomará as providências necessárias contra mais esse ataque.



Zé Protesto

“Zé, a Usiminas Mecânica não aceita atestado de vacina de COVID 19 durante a semana e faz escala dos trabalhadores para tomar vacina no sábado.”

- A USIMEC está colocando a saúde dos trabalhadores em risco, esse é mais um exemplo do descaso que o patrão tem com a vida do trabalhador e contra isso não tem outro caminho que não seja lutar.

--

“Zé, o vestiário do Porto continua a mesma coisa, superlotação, mais aglomeração e risco de contaminação. E a produção? Continua bombando com mais pressão.”

- O Sindicato já cobrou várias vezes que medidas urgentes sejam feitas no vestiário, mas nada da usina se mexer, então já está mais do que na hora de interditar na mobilização esse vestiário que é um foco gigante de contaminação.

--

“Zé, a Usiminas está servindo pelanca para os trabalhadores na hora da refeição dizendo que é bife. E a terceirizada contratada para servir as refeições ainda duvidou da denúncia, mas quando o responsável da Usiminas foi tentar cortar, não conseguiu devido a elasticidade do bife.”

- Enquanto os acionistas se fartam em seus banquetes comemorando os lucros, os trabalhadores que produzem esses lucros são obrigados a comer bife que mais parece borracha. Eu já disse que isso vai mudar quando começarmos a novamente virar o bandejão.”



Zé Protesto

“Zé, na G4S o assédio moral tá correndo solto. A chefia dá ordens absurdas e se o trabalhador questionar leva suspensão. Além disso, a maioria dos postos de segurança não tem nenhum banheiro, ou seja, não é garantida a mínima condição de trabalho e higiene.”

- A G4S assim como as outras terceirizadas segue a receita da Usiminas que para lucrar ainda mais passa por cima dos direitos dos trabalhadores. Contra isso é preciso fortalecer a união de todos os trabalhadores que estão dentro da usina.

--

“Zé, na USIMEC com tanta onda de gripe e Covid 19 a chefia fica soltando piadinha contra os trabalhadores que adoecem e levam o atestado médico.”

- Isso é mais um absurdo e desrespeito da Usimec contra isso além das denúncias é preciso ir pra cima contra a direção da empresa que atenta contra a saúde e vida dos trabalhadores.

--

“Zé, no Porto os trabalhadores na Ormec são obrigados a fazer capina e limpeza na área próxima ao DN, um equipamento enorme que está com risco de queda e o vestiário está interditado justamente por conta da queda desse equipamento.”

- Vejam o absurdo: o vestiário está interditado porque o equipamento pode cair a qualquer momento, mas a Ormec obriga os trabalhadores a capinar embaixo do mesmo equipamento.

--

“Zé, a mistura minguada que a Sapore fornece nas refeições é combinada com a Usiminas. Se for linguiça é só duas minúsculas. E o ovo? Parece mais um plástico.”


- A Usiminas e suas terceirizadas na fome por mais lucro, não garantem nem a devida refeição. E como já disse, a alimentação só vai melhorar na hora que a indignação começar a virar o bandejão.



Zé Protesto

“Zé, todos os dias nos deparamos com algo desabando e a Usiminas nada faz.”

- Esse é o Sucatão, retrato da ganância pelo lucro da Usiminas.



Zé Protesto

“Zé, no dia 03 de janeiro aconteceu mais um caso de desrespeito contra os trabalhadores. Com as saídas atrasadas devido ao trânsito, deram preferência pela liberação do horário em que se concentram as chefias deixando os trabalhadores do turno para depois e ainda com falta de ônibus, sendo que o turno entra 1h antes. Muitos demoraram mais de 3 horas para chegar em casa.”


- Isso é mais um exemplo de que a direção da Usiminas não está nem ai para os trabalhadores. Eles só se preocupam em colocar os trabalhadores pra dentro da usina para trabalhar, mas na hora de ir embora é puro descaso, garantem a saída das chefias na hora certa, mas os trabalhadores da produção que se lasquem."

--

“Zé, na Vix tem trabalhador sendo obrigado pela gestora a vir trabalhar estando de atestado. Segundo ela, faz o teste de covid e se der negativo retorna as atividades mesmo gripado e com atestado.


- Isso é um absurdo, a chefete além de dar calote no atestado médico, joga o trabalhador para trabalhar doente. Se a Vix não respeitar os afastamentos médicos, logo vai responder processo judicial, mas o mais importante é transformar a indignação a tanto desrespeito em mobilização.”




Zé Protesto

“Zé, no dia 30/10 no refeitório central a quantidade de sobremesa foi menos da metade do pote. Estavam todos assim. E o suco? Só água.”


- Isso é a Usiminas. Enquanto a direção da empresa come do bom e do melhor, os trabalhadores que produzem os lucros sofrem até na hora de se alimentar durante a jornada de trabalho.


“- Zé a direção da Ormec continua não fornecendo os devidos EPI’s e os técnicos de segurança são obrigados a ir para o almoxarifado controlar a saída do EPI que está de mal a pior.”


- Seguindo a receita da Usiminas, as empreiteiras não têm nenhum respeito pela saúde dos trabalhadores e para enfrentar isso é preciso fortalecer a luta do conjunto dos trabalhadores.        



Zé Protesto

“Zé, no CSO a demora para o atendimento só aumenta e nem tem água para a gente beber.”


-Veja só, quem precisa beber água tem que ir na enfermaria, é muito absurdo. Você vai para o CSO porque precisa ser atendido por estar passando mal e fica um tempão esperando e se tiver sede, está lascado, porque nem água por perto tem.


“Zé, olha situação que a Sapore enviou água de coco para os trabalhadores do setor de embalagem final de semana.”


- A Usiminas e suas terceirizadas não tem nenhum respeito pelos trabalhadores. Enquanto os acionistas estão se fartando com boa comida e bebida, os trabalhadores sofrem também na hora da alimentação. Já falei: isso só vai mudar no fortalecimento da nossa mobilização.




Zé Protesto

“Zé, além das dobras e antecipações serem quase todos os dias, agora nem refeição tem nessas chamadas.

É só um lanchinho que está cada vez pior, o suco piorou, o chocolate não tem mais.”


- A Usiminas, passa por cima dos direitos e tira até a alimentação do trabalhador, isso só vai mudar quando a indignação se transformar em luta.


“Zé, o CSO da Usiminas está funcionando como se não existisse mais pandemia, a aglomeração é diária durantes a realização dos exames periódicos.”


- O Sindicato enviou documento para empresa exigindo as devidas providências para acabar com essa situação, mas só esperar para ver o que a direção da usina vai fazer não basta, vamos para a porta do CSO exigindo o fim da aglomeração e devido atendimento.


“Zé, a Vix está obrigando os trabalhadores a trabalhar com equipamentos que colocam os trabalhadores em risco de acidentes.” 


- São vários veículos com pneus carecas, mais um exemplo do descaso da empresa com a saúde a vida dos

trabalhadores.”